Bolo de chocolate amargo com beterraba e café

Oi, Gente!

Depois de um tempinho sem atualizações por aqui… Resolvi retornar presenteando vocês com uma receita que eu acho simplesmente fantástica! É um bolo de chocolate molhadinho, que tem um ingrediente bem inusitado: beterraba. E acredite, ela combina super bem com o conjunto da obra! Café e chocolate, nem precisa dizer que super combina, né?! 😀

para bolo

Bolo de chocolate amargo com beterraba e café

IMG_20150722_225718

Ingredientes:

  • 1 beterraba lavada e descascada
  • 100g de chocolate amargo picado (usei um da Hershey’s que é 60% cacau, e não causa tanta estranheza aos paladares pouco acostumados com o amarguinho bom do chocolate 70%, 80%, …)
  • 40mL de café
  • 100g de manteiga
  • 1 xícara de chá (rasa) de farinha (usei farinha de aveia)
  • 3 col. sopa de cacau em pó
  • 1 col. chá de fermento em pó
  • 3 ovos pequenos (separando as gemas da clara)
  • 3/4 xícara de chá de açúcar (mascavo, demerara ou de coco)

Modo de preparo:

Cozinhe a beterraba até que ela fique macia. Processe até que ela vire um purê (eu gosto de usar um miniprocessador pra isso, mas pode ser liquidificador, garfo, o que você preferir!).

Derreta o chocolate. Em seguida adicione a manteiga e o café e misture bem (se a manteiga estiver gelada e durinha, vale a pena dar uma leve derretida nela antes de adicionar ao chocolate).

Adicione as gemas e o purê da beterraba e mexa bem.

Em uma vasilha separada, misture todos  os ingredientes secos.

Em outra vasilha, bata as claras em neve. Quando já estiverem no ponto de neve, adicione o açúcar e mexa delicadamente. Adicione esse “marshmallow” à mistura de chocolate e mexa bem. Por fim, adicione os ingredientes secos e misture até homogeneizar.

Coloque a massa em uma forma untada e enfarinhada (com cacau, pra não deixar a massa branca) ou em uma forma de silicone e leve para assar em forno pré-aquecido (pré-aqueça a 180ºC e baixe para 160ºC quando colocar o bolo dentro do forno) por aproximadamente 40 minutos ou até que fique firme nas laterais e um pouco mole no centro.

Adicionar frutas e hortaliças em bolos é sempre uma boa estratégia para aumentar a quantidade de fibras e nutrientes das receitas. Fica a dica! Espero que gostem! 😉

Alimentação saudável começa na infância! Mas nunca é tarde para mudar antigos hábitos alimentares. #ficadica

Você sabia que estimular as crianças a se envolver no preparo dos alimentos pode ser uma medida efetiva para promover a alimentação saudável!?

Pois é isso que um estudo realizado recentemente no Canadá sugeriu.

comida_Herb_Swanson_Reuters_useA pesquisa foi realizada em 151 escolas de Alberta (Canadá) com 3398 crianças da 5ª série para verificar as experiências dos alunos com o preparo e a escolha dos alimentos.

Quase um terço deles disse ajudar os pais na cozinha ao menos uma vez ao dia. A mesma quantidade disse que os auxiliava de uma a três vezes por semana. Um quarto afirmou cozinhar somente uma vez por mês e 12,4% não tinham participação alguma no preparo da comida.

Em geral, as crianças disseram preferir frutas a vegetais, mas as crianças que disseram ajudar no preparo mostraram maior preferência por ambos os grupos alimentares – a preferência por vegetais, aliás, foi 10% superior entre os que cozinhavam. Essas mesmas crianças ainda se declararam conscientes sobre a importância de se manter uma alimentação saudável. Assim, os resultados sugerem que a melhor maneira de fazer as crianças consumirem mais alimentos considerados saudáveis é fazê-las cozinhar ou ao menos ajudar no preparo de alguns pratos! 

Leia a reportagem sobre o estudo aqui e confira o estudo na íntegra ali.

Uma informação como essa é muito interessante, tendo em visto os atuais índices de obesidade infantil e doenças crônicas nesse público (como pressão alta ou diabetes, por exemplo), que só tendem a aumentar mundialmente, se não forem realizadas mudanças na alimentação da população.

Por isso, a nutri que vos escreve lança essa novidade: o atendimento voltado para a nutrição infantil. Mas isso não quer dizer que os “grandinhos” estão de fora! Afinal, para a boa alimentação da criança, é importante a participação e empenho dos pais e responsáveis. Por isso a integração de toda a família é super importante para o sucesso na reeducação alimentar dos pequenos.

cartaz-facebook

Clique na imagem para ampliar.

Dentre as opções do serviço, estão:

  1. O atendimento nutricional individualizado, com orientações específicas para a criança e os pais sobre a alimentação, além do acompanhamento de peso, altura, e exames bioquímicos, conforme a necessidade. Essa etapa do serviço é importante para realizar o diagnóstico da situação alimentar da criança e traçar um plano de ação em busca da reeducação alimentar. Os atendimentos podem ocorrer na Asa Sul (Clínica Bonum Vitae), Guará (Clínica Médica Saúde e Bem Estar) ou na própria casa do cliente. Consulte os contatos de cada um aqui.
  2. A realização de oficinas culinárias na casa do cliente, com a participação da criança e/ou dos pais, avós, secretárias do lar, e quem mais da família quiser participar. A ideia é ser um serviço bem individualizado, com a “cara” do cliente, e que atenda a sua necessidade. Para melhor planejamento dos temas, receitas e formatos das oficinas, esse serviço conta com a parceria de 3 nutricionistas (inclusive eu! 😀 ) e uma chef de cozinha (gastróloga). 

Sabe de alguém que está precisando de uma ajudinha? Então compartilhe a ideia!

E você, se interessou? Entre em contato:

Tel: (61) 8158-1767

E-mail: camilasba.araujo@gmail.com

😉